Imprimir

O QUE FAZER E O QUE NÃO FAZER

Em muitas situações da vida nós cristãos somos atingidos por sérias dúvidas quanto à aprovação de Deus para algo que queremos fazer. Pensamos coisas do tipo: será que Deus quer que façamos isso que estamos pretendendo? Teremos sucesso? Seremos abençoados? Isso trará benefícios para nós e para as pessoas que estão próximas? E essas dúvidas podem nos acompanhar por horas, dias ou anos.

Quando consultamos a Bíblia, percebemos certos casos que, claramente, recebem a aprovação ou a reprovação divina. Como sabemos que Deus não se contradiz, tudo aquilo que é contra a sua própria Palavra nunca terá seu apoio, e de forma semelhante, Deus garante sua bênção quando seus servos fazem sua vontade. Em muitos casos, porém, enfrentamos situações que não são tratadas de modo tão nítido na Bíblia, ou sequer são mencionadas, mesmo porque temos que lidar com grandes diferenças culturais entre os dias em que as páginas sagradas foram escritas e os nossos dias.

Nesses casos, o que fazer, então?

Recorremos mais uma vez à Palavra de Deus para nos auxiliar e, dentre vários ensinos, encontramos uma regra simples apresentada pelo apóstolo Paulo que sempre terá validade. No texto de 1Co 10.31 lemos:

"Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus!".

Portanto, se aquilo que pretendemos fazer glorifica o nome de Deus será aprovado por ele. Caso deponha contra sua glória, em qualquer aspecto, por mínimo que pareça, não há dúvidas que não teremos seu apoio, ou seja, estaremos sozinhos no projeto e certamente isso trará algum mal a nós.

A IPNCE está completando 50 anos; glórias a Deus! Muito já aconteceu nessa comunidade que certamente glorificou a Deus. O evangelho de Jesus Cristo anunciado, vidas transformadas, poder do Espírito Santo derramado, pessoas engajadas na missão divina, o Reino de Cristo expandido...

Em algumas circunstâncias, infelizmente erramos nas decisões. Deus agiu com misericórdia e perdão e permitiu que continuássemos na jornada.

Então, ainda há desafios! Não sabemos quantos anos teremos de vida e quantas decisões teremos que tomar, como indivíduos, no âmbito da vida particular, profissional, acadêmico, familiar, afetivo, etc.; e também como comunidade de Jesus. Entretanto, vamos passar todas as decisões por esse filtro? Isso certamente irá nos garantir maior sucesso nessa jornada. Sucesso que significa apenas glórias ao nosso Deus!

Pr. Joilson Evaristo