Imprimir

CRESCER EM TUDO

É com muita satisfação que, mesmo à distância, compartilho com os irmãos e irmãs da Igreja Presbiteriana Novo Campos Elíseos a alegria de completar meio século de existência. 

Destes 50 anos, já se passaram 25 que estive na igreja como seminarista e depois como pastor auxiliar do Rev. Silas de Campos (1985-1986, 1989-1991). Foi nesta igreja que fui ordenado em janeiro de 1990 e que exerci meu primeiro pastorado. Dou-me conta também que a igreja tem praticamente a minha idade, pois completei neste ano de 2013 50 anos.

Como seminarista, acompanhei o trabalho dos jovens e as reuniões de oração e estudo bíblico nos lares. Como pastor, fui responsável pela congregação do Jd. Aeroporto. Foram anos de aprendizado e crescimento pessoal. Guardo ótimas recordações desse tempo, da acolhida da igreja e das famílias que tanto me abençoaram.

Algumas marcas da igreja que carrego até hoje no meu ministério são: zelo pelas coisas de Deus, sejam elas materiais ou espirituais, organização e ordem em tudo, aprendizado e ensino da Bíblia, valorização da música, particularmente do aprendizado de hinos, compromisso pessoal com Deus e com a obra da igreja, fidelidade, e companheirismo, dentre tantas outras.

Tenho visto que um dos maiores desafios de toda igreja, não importa a idade, é de como ser relevante no mundo hoje sem perder suas raízes e identidade cristã, reformada, presbiteriana e evangélica. Toda comunidade passa por seu próprio ciclo de vida e, à medida que os anos se passam, tendem a capitalizar nos êxitos do passado e, às vezes, deixam de ser contextuais. Contudo, igrejas com base em famílias tendem a reviver todos os ciclos da vida simultaneamente: nascimento, crescimento, amadurecimento, envelhecimento e morte. Isso lhe permite contínua renovação e fortalecimento. Desse modo, permanecem dinâmicas e comprometidas.

Em qualquer circunstância, a igreja não pode perder de vista o senhorio de Cristo. Por isso, penso nas palavras do apóstolo Paulo aos Efésios (4.15-16) que diz:
"Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor."

Desejo que a IPNCE continue crescendo e se consolidando em Cristo. 

Forte abraço a todos,

Rev. Billy Lane